A Minha Filosofia

Eu ficarei para sempre com o que disse Zoroastro, grande sábio persa do século VI a.C., que resumiu o que é estar no caminho correto em apenas uma singela frase:

"BONS PENSAMENTOS, BOAS PALAVRAS, E BOAS AÇÕES."

Quero fazer deste princípio o meu viver, incorporar em tudo o que sou a essência desta visão tão simples, para conseguir estar bem com o mundo e comigo mesmo antes de qualquer coisa.

viernes, 13 de febrero de 2009

Sobre as Mudanças nas Pessoas


Já repararam como os desenhos infantis, feitos por crianças ou para crianças são todos muito semelhantes? Repararam em como as linhas gerais são as mesmas, o colorido, a singeleza, a simplicidade e imediatez da ideia, a criatividade em reparar, de uma maneira toda única, em detalhes que, apesar de óbvios, parecem difíceis de reparar para nós depois que estamos crescidos... os olhos grandes, as unhas ocupando toda a ponta dos dedos sem deixar nesga de carne, o céu pintado de azul somente na parte de cima da folha branca do papel sulfite...
Todas as pessoas são iguais. Para mim, isto é indiscutível. Não vamos ser ignorantes quanto ao fato de cada um ter a sua aparência externa diferente dos demais, de todos os outros seres humanos (a não ser, obviamente, que se trate de gémeos idênticos...), nem esquecer que a maneira de reagir a uma situação varia de indivíduo para indivíduo. Mas como deixar de ver que, todos os sentimentos que percebemos dentro de nós podem também ser encontrados em todas as outras pessoas? Como deixar de notar que as mesmas necessidades a que alguém está submetido, sejam elas satisfeitas ou não, também submetem aqueles que estão ao seu redor, e até mesmo muito distante dele?
Pensamos assim: "Com a idade, a gente muda. Se arranja um trabalho novo, descobre coisas que antes não sabia. Se vamos para outro país, passamos a ter outros gostos com o passar do tempo etc."
Que equívoco o nosso! Uma pessoa não muda nunca, nem pode mudar. Não acredito que a gente mude. Absolutamente não! O que acontece é que a gente simplesmente se adapta a circunstâncias novas. Mas é claro que elas só são novas pra gente. Com certeza, no decorrer da história humana, alguém já passou pelo mesmo que passamos agora, numa nova fase de nossas vidas.
Saber disso proporciona até um certo consolo. É bom saber que compartilhamos com mais pessoas nossas alegrias e sofrimentos. Isso torna a vida mais colorida. Como um desenho de criança, pintado a lápis numa folha de caderno...

16 comentarios:

Cor de Rosa e Carvão dijo...

entre outras coisas, adorei os gatos... hehehe.

Carolina Diniz dijo...

Oieeeeeeeee

Sou uma eterna criança. Vejo as coisas da maneira mais simples possível. Acho graça em desenhos animados e com tudo isso tiro forças para continuar crescendo como mulher.

Concordo com seu texto, mas em partes. Acredito que as pessoas mudem sim. Mesmo porque tudo muda quando alguém resolve mudar.

Mas achei interessante e muito bem escrito. Parabéns.
Ah, o desenho é muuuito fofo.
Beijoos

Daniel Silva dijo...

Muito bonito, o texto...

A Flor do Sul dijo...

Obrigado.
Voltes sempre.

NiNah dijo...

Gostei do tema.
Infelizmente, conheço umas pessoas que se dizem velhos mentalmente. Sei lá nem meu avô gosta de ser velho. rss
Algumas pessoas são esquisitas, vai entender.
Bjo

A Flor do Sul dijo...

Verdade. Porque com a idade a morte se aproxima, então a gente fica verde de medo.
Mas não trem data pra chegar, mesmo, e se tem, não podemos conhecê-la anteriormente à sua chegada... então, se é fatalidade, não tem muito o que lamentar, já que com ou sem birra ela vem e pode ser daqui a dez minutos ou daqui a 80 anos...
Obrigado pelo carinho da visita, meu anjo.
Volta sempre que tiveres vontade.

Luan A. Miolo dijo...

Valeu pelos parabéns !

Adorei o post, vou te seguir, ok !?

abrazz .

A Flor do Sul dijo...

Faz o que tu quiser, guri.
Obrigado por me seguir.

Eu dijo...

A ingenuidade da criança é que faz a diferença. A criança é simples e consegue tirar felicidade desta simplicidade. Criança tem o sorriso fácil e franco, não precisa de máscaras para encarar a sociedade.
Tenho saudade dos meus tempos de criança.
Beijo grande pra você amigo!!!

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA dijo...

Essência e persona...a essência perdura, a persona se adapta às mudanças sociais, do meio ambiente...os filmes de Pasolini mostram, simbolicamente, muito disso. Acertaste, Hakim! É por aí...aproveitando para te desejar um esplêndido final de semana!!!Bjs

Pastorelli dijo...

Texto bom e bonito, mas acho sim que as pessoas mudam sim, pode não ser tão aparente, mas lá no íntimo quando ela descobre, está mudada, parabéns. Abraço e sucesso

Vasco Matos dijo...

Na essência não mudamos. Mas vamos limando arestas, aprendendo com os outros. Abraço! :)

Fernando Leroy dijo...

Já tive essa sensação em alguns lugares que conheci. Me adaptei facilmente e fui influenciado pela cultura local, mas aos poucos voltei a ser quem realmente sou. Gosto dessa sensação, pois com isso a gente sai do óbvio, experimenta o diferente. Mas na essência sempre sou o mesmo, preservando a miha identidade. Abs!

Silas dijo...

tem um selo pra vc no meu blog, passa lá.
http://silas989.blogspot.com/

Joli dijo...

Eu acredito que as pessoas mudem. Tenho exemplos disso mesmo, e acho que é positivo que isso aconteça. A não ser que se mude para pior xD Claro que há sempre o nosso interior mais profundo que permanece, mas há sempre algo que muda ^^

Aquela foto que comentaste não fui eu que tirei xD Mas está muito engraçada ahahah

Beijinhos*

ઇઉFadinhaઇઉ dijo...

Muito bom o texto!!!!

Tem prêmio para você lá no meu blog!!!

beijinhuss