A Minha Filosofia

Eu ficarei para sempre com o que disse Zoroastro, grande sábio persa do século VI a.C., que resumiu o que é estar no caminho correto em apenas uma singela frase:

"BONS PENSAMENTOS, BOAS PALAVRAS, E BOAS AÇÕES."

Quero fazer deste princípio o meu viver, incorporar em tudo o que sou a essência desta visão tão simples, para conseguir estar bem com o mundo e comigo mesmo antes de qualquer coisa.

domingo, 18 de abril de 2010

Zelo Naglas - Bem Alto

 Esta música é de Nina Osenar, uma cantora e top model da Eslovênia que lançou o seu primeiro álbum agora, em janeiro de 2010, mas antes já tinha composto uma dúzia de canções, algumas delas fizeram grande sucesso lá. Nina Osenar, então com 28 anos, participou do primeiro "Big Sim", o Big Brother de seu país, em 2007.


Aqui tem a letra original ( se é que alguém vai ler ) e logo em seguida há uma tradução aproximada para o nosso idioma. Espero que gostem, pois é bem interessante, sem falar que, pelo menos para mim, a melodia também é bonita. Esta música não me sai da cabeça!

Zelo Naglas
Odpri oci poglej okol to svet je zate.
Pred tabo je izziv in vse kar si želiš,
Ne moreš stran ker zlezu je globoko vate.
Ne veš zakaj želiš si še.

Povej kako se ti zdi ko pred tabo stoji, 
Stoji ta svet in vase vabi te.
Želiš si noc, želiš si dan; želiš drugam.
In želja tvoja sploh ni dalec stran.

(Refrão - 2X)
Ni mi mar kaj je prav in kaj je narobe.
Vse kar vem je da živim.
Lahko me ljubiš, in lahko me sovražiš.
Sebi verjamem in grem naprej.

Želim si še, želim si vse ker to je zame.
Želim povedat si vse zelo na glas.
In cist vredu je ko vtikajo se vame.
Tko vem da to ni moj problem.

Dej poglej mi v oci in zamisl si 
Mogoce mam, vse kar hoceš ti.
No zdej je cas za pravi jaz dat to vsem.
In ti v pravi luci vidiš me.

(Refrão - 4 vezes)

Bem Alto
Abre os olhos, olha ao teu redor, este conselho é para ti. 
Antes de me provocares e exigires tanta coisa
Deverias cuidar de ti próprio.
Não sei porque fazes isso. 
 
Me diz como te sentes quando estás sozinho,
Sem a presença deste mundo, apenas contigo mesmo. 
Ah, tu queres que anoiteça, queres ir para longe.  
E tens desejos, como todos.
 
(Refrão - 2x)
Eu não me importo com o que é certo ou errado.
Só sei que vivo.
Podes me amar ou me odiar,
Mas eu confio em mim e sigo em frente.

Eu ainda queria poder dizer a todos quem sou

Gritar a todos bem alto 
 E bem claro - ainda que machuque -
Que não estou me importando.
 

Tu vens e imaginas algo 
Como faria uma mãe,
Que está na hora de me corrigir.
Mas eu não quero saber de nada disso.


(Refrão - 4X)


Sabem aquela sensação de ser a ovelha negra do rebanho? É melhor não, pois ela é rejeitada e sofre. Pena que, quando somos sinceros, nos rejeitam. Parece que liberdade é algo a se temer. De uma forma geral, a sociedade é muito hipócrita, e não admite que se fuja ao padrão determinado.
 

9 comentarios:

natacha houston dijo...

que parte do Parana eu tbm sou do PR

André Luiz dijo...

amigo poeta, acredito que as almas todas acabam se misturando..

Paulo Braccini dijo...

bela canção e bela melodia ... gostei muito .

bjux

;-)

Sara non c'e dijo...

Obrigada pela visita! Gostei bastante do teu blog, "ambiente" muito calmo graças à boa playlist!
Quanto ao primeiro ministro portugues, esse está tão apegado ao poder que só sai no fim do mandato...
boa sorte com os voos!

carol sakurá dijo...

Olá!
Agradeço por visitar com suas flores do sul ao meu Le Poete en fleur!
Gostei muito da atmosfera poética dos teus dois blogs.
Bisous!

Daniel Savio dijo...

Música bonita, mas te entendo bem sobre ser a ovelha negra...

Hah, fala um pouco mais do meus post, eu acredito que tos os atos tem os seus atos de bondades e maldade entrelaçados, mesmo que a gente não perceba todas as facetas.

Só que um ato fica totalmente maligno quando passamos a vontade da outra pessoa, a prejudicando, pior que usamos isto para justicar boas ações.

Achei que não expliquei muito.

Mas você está feliz menino com a mudança da tua vida?

Fique com Deus, menino Hakim.
Um abraço.

Marcos Dhotta dijo...

... é na dobra do caminho que se possibilitam os encontros poéticos, né não? Se acaso nos encontarmos será uma maravilha. E se não... Ah! Nada podemos fazer. As expectativas não pertencem a ninguém!

Gostei desse cantinho...

Vou voltar por cá!

Rafael dijo...

E aí, cara, tudo bom?
Fazia tempo que não passava aqui. Legal a música!
Abraço

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez dijo...

Gostei dessa música. Não conhecia. E a letra achei especial. muito bom mesmo.

Essa sensação de ser a ovelha negra, ah, algo que eu sei o que é rs. Mas te digo que é muito bom, se quer saber rs.

Vc tem origem árabe? Eu sou bisneto de libanês. Sou uma mistureba complicada, mas acho que assim aprendo muita coisa interessante.

Muito obrigado pela visita ao blog. Gostei muito dos seus blogs (apesar de falar apenas um pouco de francês, que estudei na escola) e vou segui-los. Abraços! Seja sempre bem vindo ao blog.