A Minha Filosofia

Eu ficarei para sempre com o que disse Zoroastro, grande sábio persa do século VI a.C., que resumiu o que é estar no caminho correto em apenas uma singela frase:

"BONS PENSAMENTOS, BOAS PALAVRAS, E BOAS AÇÕES."

Quero fazer deste princípio o meu viver, incorporar em tudo o que sou a essência desta visão tão simples, para conseguir estar bem com o mundo e comigo mesmo antes de qualquer coisa.

jueves, 10 de junio de 2010

Cuidar de Mim

 Quero ser eu mesmo. Quero ser sempre eu; não tentar ser outra pessoa, não ter vergonha do que sou, porque ter vergonha do que sou seria como dizer que Deus errou ao criar-me, e Deus não erra. Acredito em Deus, sim, não com aquela fé que eu gostaria, mas acredito. Se eu não for como sou, então quem o será? Não importa se gostem ou não da minha presença; tanto eu devo aceitar e respeitar o próximo como ele é como ele deve proceder dessa forma para comigo, e ainda que ele não saiba disso, eu posso ensiná-lo (risos). No fim das contas, a vida vale a pena.


 Faço agora uma pequena prece. Quero que as coisas melhorem, que o amanhã seja melhor. Quero crer nisso. Eu preciso! Não falo apenas de mim, falo de tudo - dos meus amigos, minha família, meus vizinhos, as pessoas daqui, as que moram distantes daqui, falo do mundo inteiro. Mas na realidade nada muda assim da noite para o dia. Primeiro, temos que fazer algo. E, o que é que podemos fazer de mais concreto senão mudar a nós mesmos? Voilà! É isso que quero: mudar a mim mesmo. Não mudar o que sou, pois isso é impossível, porém mudar as minhas atitudes para comigo e para com os outros. Não precisamos mudar o mundo, precisamos mudar a nós mesmos. Quero construir-me. Para isso, preciso de tempo, é verdade, e rezo a Deus que me conceda esse tempo. Amém!


 Para quem ainda não sabe, Paulo Leminski (1944-89) e eu temos muito em comum. Ambos somos do Estado do Paraná, ambos poetas, ambos mestiços de branco com negra etc. Então eu termino o meu texto homenageando-o, e assim cito uma frase de sua autoria que eu gosto muito: "Isso de ser exactamente o que se é ainda vai nos levar além."

 Hoje pretendo ir ao centro, passar no cabeleireiro e desfrisar (alisar) a raiz dos cabelos (que já está na hora!), comprar umas roupas de inverno, depois vejo se há algum filme interessante no cinema, e aproveito para por as conversas em dia com meu namorado e amigos (tudo pelo MSN, que eles moram longe). Vou cuidar um pouco de mim, me distrair, porque só ficar naquela de casa-trabalho-casa não pode! Com certeza que fará bem! Me desejem boa sorte. Abraços a todos!

 PS.: Antes que eu me esqueça, tem entrevista comigo no blogue da Déborah, minha sheli (querida). Quem quiser conferir, é só clicar aqui. Foi feita com muito carinho, espero que gostem. 

13 comentarios:

Debor@h dijo...

Meu amigo do coração,

É isso mesmo, não podemos mudar o mundo e nem ninguém, nem mesmo quem somos, devemos nos aceitar tal como somos para podermos encontrar a felicidade, temos defeitos e qualidades e isso faz com que sejamos perfeitos em nossas imperfeições. O que podemos é tentar sempre melhorar e eu desejo que hoje vc aproveite o dia da melhor maneira que puder e se divirta, vc merece! Bjsss

Hakime Goul Djounoubi dijo...

Todá rabá, Dvorá!

Sandra Botelho dijo...

Seja você sempre...
Bjos achocolatados

Hakime Goul Djounoubi dijo...

Serei, sim, Sandra! Grato pela visita, logo retribuirei-a.

Bruno dijo...

As vezes é tão dificil... as vezes vejo cada coisa nesse mundo, cada pessoa com a mente tão pequena, tão relutante em evoluir, que fico triste.
Meu pai é uma delas...

Mas faço minha parte, pelo menos tento.

Hakime Goul Djounoubi dijo...

Olha, digo só uma coisa: respeite, ele sim, que é teu pai, mas não precisas de aceitar tudo também. Como tu és mais novo que ele, tenta entender que talvez seja para ti mais fácil ter a mente aberta que para ele.

Abraços Bruno!

Vanessa Monique dijo...

Desejo SORTE! AUHSUHAS!
Ótimo texto,vc escreve mt bem.
Espero tua visita no meu blog.
:*

Paulo Braccini dijo...

"Isso de ser exactamente o que se é ainda vai nos levar além." ... perfeito e resume tudo o que vc disse ... rendendo minhas homenagens a estes dois poetas "marginais" Paulo Leminski e Hakime ...

Boa sorte querido

bjux

;-)

Laís D'Ponte dijo...

Olá meu querido!!!!!!!!!!!!! Quanto tempooooooo!!!!
Minha correria, às vezes, me priva de manter contatos frequentes com os blogueiros que tanto gosto.

Mas hoje resolvi vir deixar meu oi pra você!

Sabe, lendo esse seu post, pensei bastante.
Realmente, devemos ser quem somos, sem brilhos falsos, sem posturas falsas. Devemos aceitar-nos a nós mesmos por inteiro.
E quem gostar de nós, que seja assim, pela nossa essência completa.

Um abração enooooorme, tudo de melhor aí!!!!

renata cordeiro dijo...

Oi, querido. É isso aí. Lindo post, como tudo o que vem de ti.

*No amor não existe tu nem eu. Krishnamurti*

Estou voltando.
Bons Dias Abdoul*
Beijos*
Não posso ir a lugar algum. Je pense que mon cher ami sabe do que falo.
Renata

renata cordeiro dijo...

A verdade: dela/etaram dois blogs, eu os recuperei, mas adoeci. E tenho que comentar off line.

Bruno dijo...

Brigado, querido. Legal que gostou... mas poderia ter comentado lá no album mesmo, viu? Não tem grilo, não. rs

Ah, tentei te add no msn, apareceu pra aceitar?

Beijão!

Mauricio-professor dijo...

Como meu coração palpita de alegria quando visita meu blog. Suas palavras fortalecem minhas palavras. Meu caro, como sempre escrevendo com sangue. Seus medos, degredos e segredos e tramas e dramas fazem de você um passante terrestre particular e ímpar. Ao ler seus textos sempre lembro de outros e de mim. Guimarães Rosa, sábia e ser-tãomente dizia: "Viver é perigoso". Realmente, amamos o perigo, pois torna a vida um jogo, uma labuta diária. Sendo um perigo em sua polissemia, tentemos fugir das mesmices e rotinas diárias. Mudemos de caminho. Sempre com você, Maurício.