A Minha Filosofia

Eu ficarei para sempre com o que disse Zoroastro, grande sábio persa do século VI a.C., que resumiu o que é estar no caminho correto em apenas uma singela frase:

"BONS PENSAMENTOS, BOAS PALAVRAS, E BOAS AÇÕES."

Quero fazer deste princípio o meu viver, incorporar em tudo o que sou a essência desta visão tão simples, para conseguir estar bem com o mundo e comigo mesmo antes de qualquer coisa.

sábado, 14 de agosto de 2010

Flor de Cerejeira

 Amigos, peço desculpas pela ausência. Desta vez é de verdade. Estou sem ter como retribuir as visitas que recebo, assim que possível eu retornarei. Perdoem, não é por nada, e sim pelas coisas que estão a ocorrer. Algumas boas, outras nem tanto.

 Ontem de noite chorei muito. Leiam o post anterior e saberão o motivo. Eu ouvi uma canção japonesa que me fez chorar logo no primeiro instante. Fala das cerejeiras. Há várias espécies, distribuídas por várias partes do mundo, cada uma de um tipo, algumas dão frutos e outras não. Cerejeira é uma árvore de madeira boa, e seus frutos, as cerejas, são doces, vermelhos e suculentos. Simbolizam o amor. Já suas flores, que são de cor rosa ou branca, são delicadas, pequeninas e duram pouco, desprendem-se dos galhos em pouco tempo. Representam a pureza e a inocência. Poucas coisas físicas no mundo são mais bonitas que uma cerejeira, na minha opinião.

 No Japão, especialmente, a cerejeira é um símbolo nacional de grande relevância, presente nos quintais de casas e escolas, no imaginário popular e na inspiração de artistas desde milhares de anos, quando o país era apenas um conjunto de ilhas pouco povoadas e isoladas do mundo. Eu mesmo sei pouco sobre essa nação. Nem entendo o motivo de ter chorado tanto com esta música. Deve ser porque minhas lembranças e a minha saudade se misturaram com a melodia; essas coisas acontecem quando uma pessoa está sozinha, ela fica mais fragilizada e sensível. Pensei em minha família, e desejei tanto um reencontro, um abraço. De qualquer forma, é bom derramar umas lágrimas de vez em quando; alivia, descarrega a alma, mais ou menos como uma cerejeira quando perde suas flores e fica mais leve, numa suave brisa de primavera...

 A cultura oriental é lindíssima. Eles têm maneiras extremamente sutis de expressar emoções, e sabem ser doces, mesmo aparentando frieza. É só impressão de frieza que dá vê-los sérios e silenciosos. Essa imagem não corresponde à realidade, como vocês perceberão pela canção. Eu chorei ontem e choro agora de novo, não consigo parar de ouvir e acompanhar a letra, é muito... nem sei dizer. Tem que sentir.

Sakura - Naotaro Moriyama (2003)

Bokura wa kito materu 
 Eu sempre irei esperar
Kimi to mata aeru hibi wo
Novamente te encontrar
Sakuranamiki no michi no ue de 
Na alameda de cerejeiras
Te wo furi sakebuyo
Te chamarei, levantando as mãos
Donani kurushi toki mo 
Mesmo nos dias mais difíceis
Kimi wa warateirukara 
Tu estás sempre a sorrir
Kujikesuni narikakitemo 
Por isso, senti a tua firme coragem
Ganbareru kigashitaro 
Capaz de superar as desilusões
 Kasumiyuku keshiki no naka ni 
Dentro duma paisagem enevoada
Ano hi no uta ga kikoeru 
A canção daquele dia posso ouvir


Sakura sakura ima sakihokoru
As cerejeiras, as cerejeiras florescem agora
Setsuna ni chiriyuku sadame to shitte
Cientes da sua curta vida
Saraba tomo yo tabidachi no toki 
Adeus amigo, é a hora da despedida
Kowaranai sono omoi wo ima
Será eterno o sentimento deste instante
Imanara ierudaruka itsuwari no nai kotoba 
Se aquele dia fosse hoje, conseguiria dizer-te
Kagayakeru kimi no mirai wo negau 
Palavras sinceras e verdadeiras
Hontu no kotoba!
Para desejar a ti um futuro brilhante!
Utsuriyuku machi wa marude?
A distância conseguirá nos separar?
Bokura wo sekasuyoni?
Fazer com que de mim tu te esqueças?
Sakura sakura tada maiochiru 
As flores de cerejeira simplesmente caem
Itsuka umarekawaru toki o shinji 
Confiantes na hora de renascer um dia
Nakuna tomo yo ima sekibetsu no toki
Não chores meu amigo
Kazaranai ano egao de saá
Vá com aquele sorriso singelo
Sakura sakura iza maiagare 
Levantem-se flores de cerejeira
Towani sanzameku hikari o abite 
Tomando o sol que para sempre as iluminará
Saraba tomo yo mata kono basho de awo
Adeus amigo, nos veremos nesta solitária ladeira
Sakura maichiru michi no 
Na qual descansam as flores de cerejeira
Sakura maichiru michi no ue de 
Na qual descansam eternamente as flores de cerejeira

27 comentarios:

Bruno dijo...

AMEI a cerejeira... não sabia que era tão bonita e tinha tantos belos significados.

Bjs!

Flor de Lys dijo...

Belo e delicado... tocante ao coração... como expressar com palavras?
A cerejeira floresce na alma...

Beijos, amigo!

Daniel Savio dijo...

Senão me engano, há um festival no Japão que acontece com desabrochar das flores de cerejeira...

Fique com Deus, menino Hakime.
Um abraço.

Dani Z dijo...

OIii rapaz
li teu outro post para poder entender o motivo desse atual post... cara deve ser uma barra ficar longe da família, principalmente de todos os momentos familiares.
Espero que isso te faça te amadurecer cada dia mais e mais e sorria a vida é bela :)

beijos

Hod dijo...

Olá Hakime,
Espetacular. esse Festival remonta de séculos, bom saber que ainda faz parte do consciente coletivo deles.

Bom domingo,

Forte abraço amigo,

HSLO dijo...

É linda essa canção viu...
To com saudade mesmo de você no blog...



abraços
de luz e paz

Hugo

Hana dijo...

Olá, olha agora não vou poder ler seu novo post, mais tarde volto te ler, agora quero dizer que eu não encontrei flor do sul no orku, rssss, o meu é Hanayamakiy@hotmail.com ou Eu e Os Meus
no endereço que escreveu acho que estava faltando apenas uma letra, rs, vou ciontinuar te procurando depois volto, abração.

Jaqueline dijo...

Li esse post e os anteriores para poder entender tudo...
Sei bem o que é essa saudade. Conheci a confusão, o caos e a desordem aos cinco anos de idade. Foi quando meu pai enfiou o carro embaixo de um caminhao, me deixando pelo resto da vida com essa sensação de vazio. Faltou alguma coisa. Faltou alguém. E não deu para substituir. Não dá nunca... Familia é sempre familia.
Espero que ao menos essa dor se acalme um pouco para você.
Um abraço apertado meu querido amigo.

Xico Rocha dijo...

Amigo, o Japão tem muita música bonita,posso citar dentre tantas - KIMITO ITSUMADEMO E KAWA NO NAGARE NO YONI. São músicas que demonstram muito o sentimento da alma humana.
Abraços

Paulo Braccini dijo...

Saudade ... palavra triste quando se perde um grande amor ...

linda a canção

lindas as cerejeiras

mais lindo ainda a emoção do menino Adboul

bjux


;-)

Nathi Delacroix dijo...

Grande post!
Grandes cerejeiras..

Cerejeiras para mim tem um significado além dos que tem para o mundo, das flores, da árvore...
A cerejeira para mim significa também a maior e mais bela história de amor que já vivi. Por eu sempre ter tido um apreço muito grande por estas flores, elas vivaram simbologia, tendo estado presente em vários poemas, frases e até fisicamente... As cerejeiras sempre serão minha maior ligação com os melhores momentos que já vivi... E sim, esta canção é exatamente minha história em versos japoneses! Linda, linda... Chorei contigo, meu amigo!


Parabéns!

Beijos!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez dijo...

Eu adoro ess música.
Naotaro Moriyama é um grande cantor, filho de uma cantora de música folk, chamada Ryoko Moriyama.

e essa música é especial.
amo qdo florescem as cerejeiras, tudo fica magicamente lindo.

E como vc disse, muitos entendem por frieza uma demonstração mais discreta dos sentimentos. Você soube captar a essência do Japão e do sentimento dos japoneses em seu post.

Que lindo post. Boa semana meu amigo

inside dijo...

oh meu doce, isso passa viu, torço por dias melhores pra vc... e tb keria dizer q to meio fora da blogosfera pq to estudando pra concurso, mas sempre q der passo aqui, adoro esse espaço, bjs no coração. yzzye

Dani Brito dijo...

Oii habibiii! Chora mesmo meu querido, é bom aliviar a alma de vez enquando e afogar a tristeza. Mas depois volte a sorrir viu?
Primeiramente eu te agradeço por todo o carinho em meu blog. Você é um dos responsáveis por me dar forças.
Olha, uma vez eu assisti mesmo uma reportagem que fiquei encantada. Na época da cerejeira todo mundo no japão vai aos parques se encontrar, tirar fotos, fazer piqueniques justamente porque dura pouco tempo e a beleza é tremenda!
Você sempre com belas canções.
Olha eu amo "She's like the wind" e também sou viciada por músicas antigas..rs..prometo que vou ouvir as musicas que vocÊ deixou pra mim. É que faz tempo que estou sem internet em casa...Tem um cantor, agora esqueci o nome dele, que eu conhecia...ele tem uma musica que é mais ou menos assim "Inta hayati, inta habibi...(você é minha vida, você é meu amor)", ele tem umas musicas legais.

Beijo, habibi e melhoras!!!

Mari Amorim dijo...

estou passando pra te dizer,que estou saudosa,e deixar-lhe um abraço carinhoso.Saúde,paz,e alegria
Boas energias,
Mari

Déia dijo...

Saudade de vc!!

Gente, como as cerejeiras são lindas, né? um encanto, são mágicas!

se cuida, viu?

bjs e bom fds

Hana dijo...

Oi amadinho, deixei um carinho pra vc em meu blog em um dos textos sobre natureza e tem selinhoi tbem, beijos

Dan dijo...

Oi Flor do Sul,

Venha conhecer meu novo blog, acho que vai gostar http://dan-obi-wan-vadher-dan.blogspot.com/.

Abraços

Madame dijo...

To pasando pra te dar um oooooi e dizer que seu blog ta cada dia mais intenso rsrsrs.

bjuuu

Alma Mateos Taborda dijo...

Las flores del cerezo son bellas de por si y por su significado. La canción es sublime. Comprendo tus lágrimas. A mi también me ha emocionado con lágrimas. Un abrazo.

endim mawess dijo...

passei a sentir isso que os Japoneses sentem pelas flores de tanto ter contato com a cultura niponica, vivo fotografando flores. você anda sentimental amigo, chore bastante quando tiver vontade faz bem.

Sandra Botelho dijo...

Poxa, no post anterios me emocionei demais, agora choro...Bjos amado.Torço por sua felicidade junto aos seus.

Angel dijo...

Minha flor...
Por vezes as lágrimas são o extremo sorrir do amor... ainda bem que você chora e recorda com amor!

Não desista nunca!

um anjo

Deia dijo...

Fui incumbida por seu amigo André, em dar essa triste noticia para a Blogosfera. Hoje o nosso querido Halley transcendeu às 12:45 em POA RS, de parada cardíaca.
O vôo da Gaivota segue desenhando no céu sua despedida,e seu olhar de amor deixado com toda sua essência...
Amigos não tenho palavras e sim um sentimento enorme de perda, adeus Hod.
Obrigada!
Mari Amorim (enviado por Deia)

Dani Brito dijo...

Muuuuuuuita saudade de vc habibi!!!

Beijossss...de noticias viu
=D

Kátia dijo...

Saudade de ti, amigo!! Beijo.

Braulio Pereira dijo...

linda linda


adorei


abraço