A Minha Filosofia

Eu ficarei para sempre com o que disse Zoroastro, grande sábio persa do século VI a.C., que resumiu o que é estar no caminho correto em apenas uma singela frase:

"BONS PENSAMENTOS, BOAS PALAVRAS, E BOAS AÇÕES."

Quero fazer deste princípio o meu viver, incorporar em tudo o que sou a essência desta visão tão simples, para conseguir estar bem com o mundo e comigo mesmo antes de qualquer coisa.

lunes, 22 de noviembre de 2010

Um Pouco de Sabedoria

 O assunto de hoje é algo que eu sempre quis falar aqui no blogue.

 Desde que eu era criança, não me recordo bem como (provavelmente através da televisão) eu vi algumas vezes uma escultura muito curiosa. Hoje eu tenho conhecimento do que se trata, porém na época eu não fazia a menor ideia. Como uma imagem fala mais que mil palavras, aquilo ficou guardado em minha cabeça. Havia três macacos...


 Esses três macacos estão num santuário japonês da cidade de Nikko, que fica a 140 km ao norte da capital Tóquio, numa região montanhosa da província de Tochigi. Na figura abaixo, encontramos uma fotografia da estátua original.


 O nome dessa escultura é "Os Três Macacos Sábios". Conta a lenda que foi levada à Nikko no século XVIII por um monge budista vindo da China. Por que os símios são sábios? Porque ilustram um ditado japonês que aconselha o seguinte: "Não veja o mal, não ouça o mal, não fale o mal". Há quem use a expressão contra o hábito que as pessoas têm de fazer fofocas ou de intrometer-se nos assuntos alheios, mas pode-se entender que a mensagem é muito mais abrangente. É uma espécie de regra de ouro do pensamento oriental; já Confúcio, quinhentos anos antes de Cristo, escreveu em sua obra máxima, os Analectos: "Não olhar para o que é incorreto, não ouvir o que é incorreto, não dizer o que é incorreto, mas sim agir de acordo com o que é correto". Entre a teoria e a prática pode haver uma distância enorme, não é verdade? Tentar, porém, não custa nada e nos traria grandes benefícios. Traria paz de espírito, pois um dos maiores inimigos à nossa tranquilidade é o fato de que muitas vezes aqueles que estão ao nosso redor estão descontentes com a nossa conduta para com eles. Não ficar próximo do mal, evitar vê-lo, fazê-lo e trazê-lo ao ambiente que nos circunda através da palavra é uma maneira de diminuir sua influência em nossas vidas diárias.

 Precisamos muito aprender com os três macaquinhos sábios!

 A quem se interessar, existe na Internet um catálogo de uma coleção particular de miniaturas dos Três Macacos Sábios, cujo dono é um senhor que mora numa pequena cidade suíça perto de Zurique chamado Emil Schuttenhelm. Ele tem peças vindas de muitos países ao redor do mundo, incluindo o Japão. Vale a pena conferir (basta dar um click sobre seu nome).

Os três macaquinhos, na Inglaterra

No Egito

Na Espanha

8 comentarios:

Paulo Braccini dijo...

super interessante mesmo ... não sacava nada deles ... obrigado por partilhar

bjux ao piá grandão ...

;-)

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez dijo...

Oi meu querido! Que saudades, como vc esta? (desculpe a falta de acentos, pc japa rs)

Sabe que eu morei perto de Nikko? Lugar lindo, nessa epoca de outono eh um encanto, com suas folhas vermelhas.
E fui no templo dos tres macaquinhos, hoje considerado patrimonio mundial pela Unesco.

Nikko eh um dos lugars que vc ia adorar conhecer, amigo. eh a "Kyoto" do leste, lugar que parece ter parado no tempo, preservando o ar antigo do Japao. uma beleza soh
abracos e boa semana!

Je Vois la Vie en Vert dijo...

Obrigada pela tua visita!
Lamento, amigo, mas neste momento não consigo comentar nada. Voltarei quando estiver melhor. Espere por mim, por favor. Esta não é uma mensagem pessoal, será enviada a várias pessoas.
Beijinhos
Verdinha

Déia dijo...

adorei!!

vc sabe.. eu ja procuro fazer isso!

bj

ManDrag dijo...

Salve!

Quem não conhece os três macacos? Acredito que eles sejam mundialmente mais conhecidos que os Beatles ou Beethoven. E a mensagem que transmitem é tão simples como verdadeira e universal. Duma simplicidade profunda.

Bem hajas pela participação no Confessium.
Ary dos Santos foi na verdade um grande poeta. Uma experiência muito enriquecedora ter sido contemporâneo da sua intervenção poética. Tentarei dar-te algumas pistas sobre ele na net.

Abraço

Debor@h dijo...

Amigo Sheli, saudades....

Eu ja conhecia essa escultura dos macacos e tb acho super interessante, nao so pela sua forma mas pelo seu significado tb. O mundo seria bem melhor se todos se comportassem assim... Beijos mil!

Beatriz - Jubiart dijo...

O Oriente é fonte de sabedoria, nós ocidentais deveríamos beber mais desta fonte.

Oi!
Vim conhecer hoje a sua "casa" lhe encontrei com super indicação do nosso amigo Ale, (LOst in...)

Bjs,

Bia.

Daniel Savio dijo...

Hua, kkk, ha, ha, eu tirei uma foto com duas blogueiras amigas lembrando os três macaquinhos, fato...

Fique com Deus, menino Hugo.
Um abraço.