A Minha Filosofia

Eu ficarei para sempre com o que disse Zoroastro, grande sábio persa do século VI a.C., que resumiu o que é estar no caminho correto em apenas uma singela frase:

"BONS PENSAMENTOS, BOAS PALAVRAS, E BOAS AÇÕES."

Quero fazer deste princípio o meu viver, incorporar em tudo o que sou a essência desta visão tão simples, para conseguir estar bem com o mundo e comigo mesmo antes de qualquer coisa.

jueves, 22 de abril de 2010

Todas as Palavras


Todas as palavras de meu amor
Dir-te-ei nos silêncios da noite.
Para que ouças todas elas 
Com os ouvidos de dentro.

E se de dia eu nada disser
De doce ou de espetacular
Não penses com teus botões
Que não continuo a te amar.

Todas as palavras de meu amor
Serão palavras que palavras não serão,
Nem sequer quando em palavras eu disser-te 
Aquilo que está dentro do coração.

Palavras o vento não as leva.
O tempo não as apaga: elas é que o prendem.
Direi tudo no tempo certo.
Junto aos ouvidos, bem perto.

///////////////////////

  Tem uma música da Cassia Eller que eu aprecio bastante, fala de palavras também. Vós podeis ouví-la aqui.

 Por hoje, tudo o que eu queria dizer em relação a palavras eu já disse. Mas palavras nunca é um tema que se esgota facilmente. Numa música alta que ouvimos, num livro ou num anúncio de jornal que lemos, numa pergunta que fazemos ou num pensamento que se pensa em segredo, as palavras estão sempre presentes, não importa se as queremos ou não. Boa parte da vida está contida em palavras. Fiquem com as minhas mais gentis e sinceras palavras, e até breve. Au revoir.

 PS.: Há uma belíssima e chocante história de amor que eu descobri no blogue do Alexandre. Sugiro que todos a conheçam também, vale a pena! ->  http://mauj77.blogspot.com/2010/04/yaoya-oshichi-historia-de-amor.html

17 comentarios:

Tétis dijo...

Olá Abdoul

Muito bonito o poema que connosco partilhas.

Palavras... também concordo contigo que "Boa parte da vida está contida em palavras".

E afinal como nos podemos entender senão através das "palavras", sejam elas escritas, faladas, cantadas...?

Continuarei a passar por aqui pois sinto-me bem neste blog.

Beijinhos desde Lisboa

_Gio_ dijo...

Ótimo poema, especialmente a parte onde fala que, só porque as palavras sumiram, não quer dizer que o amor tenha ido com elas.

"Palavra" é mesmo um tema muito amplo. "Palavra" refere-se à linguagem, e, quando falamos nesta, nos limitamos à capacidade de comunicação do ser humano, que é infinita.

Palavras podem iluminar o dia de alguém, ou acabar com o mesmo com igual facilidade. Suas palavras com certeza não acabaram com meu dia xD!

Visão dijo...

"Que o nosso amor pra sempre viva, minha dádiva"
Um amigo meu me disse isso antes de viajar. Ele estava mudando de Estado e estava deixando um pedaço dele comigo. As palavras sempre estiveram presentes em nossa amizade: palavras de carinho, amor, compreenção. E se existe uma palavra que poderia traduzir nossa amizade, essa palavra seria cumplicidade.
Fique bem. sempre.

Byanka Arruda dijo...

Que bonito. =)
Viver de palavras: linhas, vozes, ouvidos, interpretações... O que seria da vida sem as palavras? Um silêncio incômodo, ecos de nada, como num pesadelo que tentamos gritar sem conseguir.

Grande Beijo. =]
http://byankarruda.blogspot.com/

Paulo Braccini dijo...

"só porque as palavras sumiram, não quer dizer que o amor tenha ido com elas..."

dizer mais o que depois desta beleza?

bjux Abdoul ...

;-)

Grafite dijo...

adorei o blog =)
seguindo já

beiijo

carol sakurá dijo...

Lindo!
Os poemas da nossa vida são construídos em palavras.
Beijos!

Daniel Savio dijo...

Mas a falta de sentimentos acaba desgastando os significados da palavra...

Fique com Deus, menino Hakim.
Um abraço.

Dani Brito dijo...

Oi Habibi! Fiquei muito feliz mesmo com a sua volta e sua visitinha lá!
Belíssimo poema!!!!
Os gestos muito falam pelas palavras.
Beijos, se cuida

Abdoul Hakime Goul Djounoubi عبد الحكيم گل جنوبی dijo...

Muito gratificante é poder voltar aqui, depois de apenas algumas horas, e encontrar comentaristas novos e antigos. E há quem aqui tenha até desabafado! Realmente, o tema das palavras é amplo e instigador. Prometo responder a todos, e o farei com prazer. Em especial, desta vez, ao Gio, pois faz tempo que não o visito, mas ele continua a ser um amigo fiel, aqui na blogosfera!

Nathi Delacroix dijo...

Gostei daqui *-* To seguindo!

Abdoul Hakime Goul Djounoubi عبد الحكيم گل جنوبی dijo...

Nathi:

Também estou a seguir-te. Beijos.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez dijo...

Obrigado meu amigo pela citação do post. A história é realmente linda, eu me emocionei qdo vi o túmulo da Oshichi...na hora imaginei a vida dela, o que ela sofreu...

E que bonito o seu poema, você escreve muito bem.
Um texto de muita sensibilidade, de muita arte. Vc é uma pessoa especial, dá pra notar isso!
Abraços

Insana dijo...

Palavras muitas vezes são só letrinhas seguidas umas das outras.
Cadê as atitudes que nos faz capazes de ações.
Bjs
Insana

Sandra Botelho dijo...

Por isso as palavras são infinitas...
As de amor então, podemos escreve-las por ai em todos os corações e muitas ainda restarão sem nunca serem ditas...
Aqui em minha casa me chamam de interrogativa, E sou, gosto de saber o significado de tudo e assim aprendo cada vez mais as palavras e seus sinonimos.
Amei teu blog e teu versejar. Simples e belamente escrito, como escrevem os que são transparentes em seus sentimentos. Bjos achocolatados e tenha dias de paz.

LUmeNA dijo...

Lindo poema!

Nas palavras o entendimento é perfeito.

Tenho um mimo para o teu espaço. Vai repassá-lo para aqui. Parabéns.

Be:)os,
LUmeNA

Dil Santos dijo...

Oi Abdoul, tudo bem?
Menino, lindas essas suas palavras, achei uma forma envolvente, muito bom mesmo.
Então, vc está certíssimo, otimista sempre, as vezes até um pouco a mais, rs
Ai menino, adoro Cássia Eller, essa música é perfeita, rs
E temos sim um gosto musical parecido, rs.
E bem vindo de volta, rsrs
Abraços
:)